5 Coisas que Você Precisa Saber Antes de Começar uma Dieta sem Carboidrato

no-carb

Essa dieta surgiu no século 18 com a proposta de tratar doenças relacionadas ao alto índice de açúcar, sobretudo a diabetes.

Os médicos perceberam que, além de tratar doenças, essa dieta estava fazendo os pacientes emagrecer rapidamente.

Essa dieta ganhou mais visibilidade em 1972 graças ao cardiologista Robert Atkins, conhecido até hoje como o criador desse método.

Desde então, essa dieta tem sido alvo de polêmicas; uns acreditam na sua eficácia e outros condenam completamente.

Uma dieta sem carboidrato muito restrita e sem a orientação de um nutricionista pode trazer malefícios à saúde e causar deficiências nutricionais.

Entenda como Funciona

Durante essa dieta, os carboidratos não podem ser consumidos.

Apesar de que todos os alimentos possuem pelo menos um pouco de carboidratos, nessa dieta você deve cortar aqueles que tem uma quantidade maior na sua composição.

Os carboidratos se convertem rapidamente em açúcar e, na maioria das vezes, são muito calóricos.

Por isso, cortá-los por um tempo pode sim te ajudar a emagrecer rapidamente.

Mas só isso não é suficiente, você precisa se planejar e ter bastante disciplina.

Basta conhecer bem a composição dos alimentos e saber montar um cardápio diversificado.

Saiba Diferenciar os Tipos de Carboidratos

Carboidratos Simples

Neste grupo estão os alimentos com um alto teor de açúcar como doces, chocolates, refrigerantes, pão e arroz branco, macarrão, farinha de trigo, biscoito, bolos e massas em geral.

Eles são pobres em fibras, minerais e vitaminas. O consumo elevado desses alimentos causa problemas como aumento da glicemia, alterações na flora intestinal, cansaço, prisão de ventre e aumento do apetite. Confira a lista completa dos alimentos com carboidratos bons e ruins.

Carboidratos Complexos

Esses carboidratos são os mais recomendados, pois proporcionam mais saciedade e são absorvidos mais devagar.

Em sua composição estão presentes fibras e vitaminas.

Alguns exemplos são legumes, frutas, grãos integrais como macarrão pão, arroz e aveia.

Entretanto, nessa dieta sem carboidrato até os alimentos integrais são restritos, continuando apenas os legumes e as verduras e até duas porções de frutas por dia.

Escolha os Alimentos Corretos

Como já citamos aqui, a maioria dos alimentos contêm carboidratos, mas conhecer os alimentos que podem compor seu cardápio é uma fundamental para garantir seu emagrecimento com esse método.

  • Carnes: as proteínas em geral são ótimas opções para quem está em uma dieta sem carboidrato. Inclua carnes bovina, suína peito de frango e peixes em geral.
  • Vegetais: a maioria deles é livre de carboidratos. Os de cor verde como alface, espinafre, pimentão, couve, azeitonas e brócolis são ricos em antioxidantes que rejuvenescem a pele e limpam o nosso organismo. Inclua também couve-flor, cenoura, e cebolas. Evite batatas, o milho e a soja.
  • Frutas: na maioria das vezes elas são grandes fontes de carboidratos, mas os tomates e os abacates são exceções e ótimas opções para sua dieta sem carboidrato.
  • Castanhas: as amêndoas, nozes e castanhas em geral possuem uma baixa taxa de carboidratos e são ótimas fontes de fibras e vitaminas. Adicione no seu cardápio como lanches entre as refeições.
  • Óleo Vegetal: os óleos vegetais como azeite de oliva, óleo de coco, de milho, de soja e de girassol são liberados e podem ser usados para cozinhar.
  • Laticínios: os laticínios como queijos e iogurtes possuem poucos carboidratos. Mas fique ligada na quantidade de gordura presente nesses alimentos, prefira iogurtes naturais e queijos brancos.
  • Ovos: eles são pobres em carboidratos e são ótimas fontes de proteínas. É uma boa ideia consumir no café da manhã, pois dá mais saciedade e energia para o resto do dia.

Para deixar seus mais pratos mais saborosos, invista em bons temperos naturais como orégano, pimentas e ervas.

Beba muita água, suco de limão, cafés sem açúcar e chás.

Entenda os Riscos de Uma Dieta sem Carboidrato

Estudos científicos alertam sobre os riscos de fazer uma dieta sem carboidrato por muito tempo.

Um deles é o mal funcionamento dos rins, pois o excesso de proteínas causa uma sobrecarga e pode desencadear doenças como insuficiência renal, infecção e cálculos renais.

Algumas pessoas também podem ter enjoos, fadiga e dores de cabeça.

Além disso, somam-se complicações como boca seca, prisão de ventre, aumento do colesterol e mau hálito.

As dietas que cortam completamente os carboidratos não são recomendados pela comunidade médica, pois essa dieta queima os músculos e faz com que a pessoa elimine muito líquido.

Os carboidratos são a principal fonte de energia que o nosso corpo e a falta deles pode nos deixar indispostos durante o dia.

Além disso, essa dieta pode afetar a flora intestinal, diminuindo a absorção nutrientes essenciais para nossa saúde.

Leia mais sobre o assunto com os artigos Dieta Lowcarb e Emagrecer com Saúde.

Essa dieta surgiu no século 18 com a proposta de tratar doenças relacionadas ao alto índice de açúcar, sobretudo a diabetes. Os médicos perceberam que, alé
Informações do Autor

MarianaRios,

Mariana Rios é natural de João Pessoa (PB) e se dedica a pesquisar e produzir conteúdo sobre emagrecimento e saúde.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário!